Para o primeiro post desse site, não poderia deixar de escrever sobre o protocolo IPv6, tema do trabalho de conclusão de curso que estou desenvolvendo.

A grande maioria das redes de computadores atuais, incluindo a própria internet, tem o IPv4 como um dos protocolos base. É esse protocolo que dá um endereço para cada dispositivo conectado na rede, permitindo que se comunique com os demais.

 

Quando ele foi criado e colocado em funcionamento, lá no começo dos anos 1980, adequava-se bem à realidade da época, com a internet tendo apenas algumas centenas de computadores pelo mundo inteiro, principalmente em universidades. Ainda não se pensava que um dia alguém iria ter um computador em casa!

Porém, como todos sabemos, a internet cresceu, e hoje em dia não só temos computadores em casa, como há também diversos dispositivos conectados na rede mundial, como celulares, televisões e até geladeiras!

Essa mudança de realidade fez com que os mais de quatro bilhões de endereços possíveis com o IPv4 se tornasse insuficiente para aguentar tanta coisa. Se não fosse algumas "gambiarras", há mais de dez anos a internet já teria parado de crescer. Assim, após diversos estudos e desenvolvimento de protocolos alternativos, está começando a ser implantado o Protocolo de Internet versão 6 (IPv6)

Enquanto a antiga versão tem 32 bits de endereçamento, o IPv6 tem 128 bits, o que dá mais de 340 undecilhões de endereços possíveis! Para se ter uma idéia, 1 undecilhão é o número 1 com 36 zeros à direita! Você deve estar pensando algo como "isso não vai acabar nunca", mas lembre-se que no começo da internet também se pensava isso sobre o IPv4!

Além do aumento (e que aumento) dos endereços possíveis com o protocolo, aproveitou-se também para melhorar outros aspectos do IPv4, com destaque para a segurança, já que agora os dados irão trafegar criptografados, fazendo com que não seja tão fácil ler as informações em caso de interceptação, além de um sistema de roteamento mais simples e eficiente.

 

Bem, essa foi apenas uma introdução. Em próximos posts sobre o assunto, trarei informações mais técnicas sobre os endereços IPv6 e mais detalhes sobre as novidades do protocolo.

 

 

Até logo!